Denatran prorroga por 6 meses a exigência de simuladores de trânsito nas autoescolas

Simulador Autoescola

Segundo o Detran-DF, as empresas que fornecem o equipamento não conseguiram suprir a demanda no País. O novo limite é 17 de junho.

O prazo para a obrigatoriedade de simuladores em autoescolas credenciadas nos órgãos de trânsito foi estendido em 180 dias por meio da Resolução nº 571, de 16 de dezembro de 2015, do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Segundo o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF), as fornecedoras do equipamento não tinham quantidade suficiente para suprir a demanda nacional. O limite anterior à resolução era 1º de janeiro.

Seis empresas vendem o material no Brasil a custo médio de R$ 50 mil. No DF, serão necessários 102 aparelhos para as 180 autoescolas cadastradas. Algumas pretendem compartilhar o equipamento, como afirma o diretor de Controle de Veículos e Condutores, do Detran, Uelson Praseres: “Será uma parceria entre as escolas, onde os alunos deverão dividir os simuladores”.

Cada candidato a motorista deverá se exercitar durante 50 minutos. Para o Detran, é uma forma de acompanhar o desempenho do aluno e, por meio de simulações, prepará-lo para ocorrências inesperadas, como situações de chuva, aquaplanagem e riscos em rodovias.

Fonte: Agência Brasília

.