20 linhas da EMTU em São Paulo são campeãs de reclamações de passageiros

onibus emtu

Com 112 reclamações de passageiros registradas entre janeiro e outubro de 2015, a linha 032 (Itapecerica da Serra-Parque Paraiso/São Paulo -Pinheiros) é a campeã de queixas entre os usuários da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo).

É o que aponta levantamento feito pelo Fiquem Sabendo com base em dados da empresa obtidos por meio da Lei Federal nº 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação). A reportagem elaborou o ranking das 20 linhas mais reclamadas no período. (Veja o detalhamento dessas informações no infográfico abaixo.)

ranking emtu

De acordo com as informações disponibilizadas pela gestão Geraldo Alckmin (PSDB), a principal reclamação dos passageiros diz respeito a casos em que o motorista deixa de parar no ponto. Elas respondem por mais da metade das queixas.

A EMTU presta um serviço fundamental para quem mora nos bairros periféricos das cidades do entorno de São Paulo e precisa se deslocar para as áreas mais centrais desses municípios ou ir à capital para trabalhar ou estudar.

Diariamente, cerca de 1,9 milhão de passageiros utiliza as linhas da empresa só na Grande São Paulo (a EMTU também atua em outras regiões metropolitanas, como a de Santos e a de Campinas).

A Lei nº 12.587/2012, que instituiu as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana, define no inciso IV, de seu art. 5º, como um dos princípios do transporte público “a eficiência, a eficácia e a efetividade” de quem presta esse serviço.

Essa mesma lei prevê no inciso I, do art. 14, que é direito do usuário do Sistema Nacional de Mobilidade Urbana “receber o serviço adequado”.

Ainda de acordo com essa lei, o Sistema Nacional de Mobilidade Urbana “é o conjunto organizado e coordenado dos modos de transporte, de serviços e de infraestruturas que garante os deslocamentos de pessoas e cargas no território do Município”.

A assessoria de imprensa da EMTU disse por meio de nota enviada por sua assessoria de imprensa que o setor de fiscalização da empresa avalia uma linha sempre que uma reclamação é feita à Ouvidoria por telefone, carta ou e-mail.

Fonte: Fiquem Sabendo