Depois do bafômetro, vem aí o drogômetro

novo drogometro

O aparelho que visa detectar a presença de drogas no organismo de motoristas, deverá iniciar no mês que vem os testes, e será implantando inicialmente pelo Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran-RS).

Para tal, os agentes do órgão deverão recolher amostras de saliva por meio de um canudo que, inserido em outro aparelho, esteticamente similar a uma máquina de cartão de crédito, efetua a análise e em cinco minutos acusa a eventual presença de substâncias como cocaína, THC, benzodiazepínicos, opioides, anfetaminas e metanfetaminas.

Segundo o jornal Zero Hora, no entanto, o “drogômetro” não poderá ser utilizado como prova para autuar motoristas pelo fato de não haver homologação oficial do aparelho no Conselho Nacional de Trânsito (Contran) – a expectativa, porém, é que o registro ocorra em breve.

“Os testes vão ajudar a referendar a homologação pelo Denatran e Contran e servirão para mostrar se o aparelho tem condições realmente de ser usado. Já testamos há dois anos, e ele realmente funciona, mas, agora, fazer um teste científico é importantíssimo”, afirmou à publicação gaúcha o chefe de comunicação social da Polícia Rodoviária Federal, Alessandro Castro.

Fonte: Jornal Zero Hora