UberPOOL: Como funciona a modalidade do Uber com viagens mais baratas em SP

O UberPOOL é a modalidade de transporte do Uber, aplicativo que conecta motoristas a passageiros, que promete economia nas viagens.

A novidade foi anunciada na última segunda-feira (25) e será implementada primeiro em São Paulo.

Por meio dele, um usuário do Uber pode pedir um carro e dividi-lo com pessoas desconhecidas que também estejam indo para o mesmo lugar.

Desta maneira, o Uber apresenta mais uma função que deve concorrer diretamente com os aplicativos de táxi. A promessa da empresa é de que o consumidor sempre irá economizar quando optar por compartilhar o carro com outros passageiros.

A ideia do UberPOOL é oferecer um carro compartilhado com pessoas que vão em um trajeto semelhante ao seu. Por enquanto, o serviço estará disponível para veículos UberX, com as mesmas comodidades já oferecidas, como ar-condicionado e pagamento pelo cartão de crédito, sem precisar lidar com dinheiro.

Para usar, basta adicionar o local de saída e de destino. Em seguida, o app pedirá para indicar de quantos lugares no carro você precisa. Cada pedido pode selecionar até duas pessoas, em um máximo de quatro passageiros dentro do carro. Depois é só marcar a opção de carro compartilhado e solicitar o UberPOOL. O próprio serviço encontrará outras pessoas para dividir o caminho (e a conta).

A tela do app mostra um preço de pagamento final, para que o usuário tenha uma ideia de quanto vai gastar com a opção do carro individual ou coletivo, levando em consideração o local de partida e destino.

O usuário pode levar mala de viagem mesmo compartilhando a corrida, mas é importante ter consciência de que o veículo será dividido com outras pessoas e todos devem caber no carro. Além disso, não é possível mudar a rota durante o trajeto.

O UberPOOL pode sair até 40% mais barato do que fazer o trajeto sozinho, já que o valor é compartilhado. A tarifa é baseada no transporte com o UberX, serviço mais básico com veículos nas cores prata, cinza ou preto.

Em São Paulo o preço base do UberX é de R$ 2,00 e mínimo de R$ 7 por corrida. Ainda são adicionados R$ 0,26 por minuto e R$ 1,40 por quilômetro rodado.

Caso o aplicativo não encontre ninguém para partilhar o caminho, você continuará o trajeto com os preços de um UberX, e não será taxado além disso. Se optar pelo UberPOOL, o trajeto pode demorar um pouco mais, já que o motorista buscará outra pessoa no meio do caminho. A ideia é criar um roteiro rápido nas localidades semelhantes. Entretanto, o motorista aguarda apenas 2 minutos pelos passageiros.

No caso do UberPOOL, o Uber deixa claro que o preço mostrado no app, antes de pedir a corrida “coletiva”, é o valor exato que você pagará pelo serviço, ou seja, o preço é fechado, sem acréscimos. Se naquele horário estiver em vigor o preço dinâmico, quando a corrida fica mais cara, essa tarifa já será somada automaticamente.

O UberPOOL ainda não está disponível para UberBlack no Brasil. O carro mais luxuoso na cor preta tem tarifas maiores em São Paulo. O preço base fica em R$ 3,80 com mínimo de R$ 9. Por minuto são adicionados R$ 0,28 e por KM R$ 2,32.

Por enquanto, no Brasil, o UberPOOL estará disponível na próxima sexta-feira (29), a partir das 14h, para a Grande São Paulo.

Ainda não há previsão de data para a expansão do serviço em outras cidades brasileiras atendidas pelo Uber, como Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre e Brasília. No mundo, o transporte coletivo foi lançado nos Estados Unidos e atua em mais de 30 cidades na América do Norte, Central, Europa e Ásia.

Dentre as vantagens do novo serviço está a economia de preço para o trajeto. Os motoristas são os mesmos licenciados pela Uber e o usuário não manuseia dinheiro para partilhar a corrida: tudo é feito de forma automática pelo aplicativo. Além disso, a ideia de reduzir o número de carros na rua pode ajudar a diminuir o trânsito da cidade e a emissão de poluentes.

A maior desvantagem é no quesito segurança: você não conhece a pessoa que compartilhará o carro com você. Como é um serviço novo no Brasil, muitos usuários podem ficar com receio nesse ponto. Além disso a viagem pode demorar mais do que o previsto, já que o trajeto será ajustado para buscar outra pessoa no caminho, guardar possíveis malas e mais ações, o que pode incomodar quem estiver com tempo contado para pegar um voo ou viajar, por exemplo.

Fonte: Techtudo