Quer mudar o trânsito de SP? Mulheres têm mais uma chance de participar do Conselho Municipal de Transito

As inscrições para o processo eleitoral foram prorrogadas até o próximo dia 30, e decreto municipal garante participação feminina de 50% na composição do conselho.

As mulheres interessadas em participar do Conselho Municipal de Transportes e Trânsito da Cidade de São Paulo (CMTT) têm mais uma chance de se inscrever e disputar as eleições que irão definir os representantes para o próximo biênio.

As inscrições para o processo eleitoral foram prorrogadas só para as mulheres até o próximo dia 30 de junho.

Quem quiser participar pode ir até a Rua Barão de Itapetininga, nº 18, 5º andar, no Centro, de segunda-feira a sexta-feira, sempre das 9h às 17h, e garantir sua inscrição.

As eleições estão marcadas para ocorrer entre os dias 16 e 30 de julho e as mulheres têm, assim, mais uma chance de marcar presença e concorrer a uma vaga de representante, seja de um segmento temático ou de uma região da cidade.

O CMTT foi criado na gestão do prefeito Fernando Haddad e é coordenado pelo secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto.

Em reuniões mensais ocorrem discussões sobre cada um dos segmentos da mobilidade urbana com o objetivo de estabelecer diretrizes e contribuir para a construção de uma cidade em que os espaços viários sejam democratizados e compartilhados por toda a comunidade.

Nas eleições deste ano serão escolhidos os novos representantes da sociedade civil no conselho, que também ganhará novos representantes do poder público e de empresas e organizações não governamentais.

No edital do processo, está previsto que o CMTT deve ter 50% de mulheres em sua composição, conforme estabelece o Decreto nº 56.021/2015.

Por isso, é importante que as mulheres se informem sobre o papel do CMTT e manifestem sua intenção de participar.

Para obter mais informações sobre as eleições do CMTT, basta acessar o seguinte endereço eletrônico:

https://cetsaopaulo.blogspot.com.br/2016/05/eleicoes-para-conselheiros-do-cmtt.html

Fonte: Portal da CET.SP