Região de Peruíbe-SP está um mês sem acesso de veículos escolares devido atoleiros em estrada mal conservada

escolar_peruibeA falta de manutenção na única estrada de acesso à comunidade da Barra do Una, em Peruíbe, no litoral de São Paulo, está deixando os moradores praticamente ilhados.

Eles afirmam que há cerca de um mês as crianças que vivem na região estão sem aula porque os ônibus não conseguem passar em um trecho da estrada.

Sem perspectiva de melhora, a comunidade teme também que a temporada de verão seja prejudicada, já que a dificuldade no acesso tem afastado turistas e afetado diretamente a geração de renda dos moradores, um vilarejo tradicional de pescadores artesanais.

Na semana passada, dois ônibus escolares que tentaram seguir viagem acabaram atolando. O problema de acesso é um antigo conhecido de quem mora naquela região, mas segundo eles, a situação piorou nos últimos meses, devido à falta de manutenção.

“Existe uma ordem judicial mandando a prefeitura arrumar a estrada, mas não sei o que aconteceu”, explica Silvia Rodrigues, que além de moradora tradicional, também é conselheira da Reserva de Desenvolvimento Sustentável da Barra do Una.

“Se meu filho foi para a escola cinco vezes esse mês foi muito. Ninguém chega e ninguém sai”, acrescenta.

Ela afirma que a população está desesperada e espera uma resposta rápida do poder público. “Estamos passando necessidades, pois o turista não consegue chegar e não temos como vender o peixe que pescamos. As mães que recebem o bolsa família vão ficar sem receber já que dependem do dinheiro. A comunidade já fez mutirões. Perdemos dias trabalhando na estrada e nada”, desabafa.

Com informações do G1