Cidade de Santos abre inscrições para cartão transporte escolar gratuito

teg_santos

A Secretaria de Educação abre inscrições, a partir do dia 9, para o recebimento do benefício do cartão transporte escolar gratuito.

Para receber o benefício, o aluno deverá estar matriculado em unidade municipal de educação infantil, de ensino fundamental ou entidade subvencionada de educação infantil, localizada a mais de dois quilômetros de distância de sua residência em área plana, ou acima de 500 metros, em área de difícil acesso (morros).

O estudante matriculado no ensino fundamental em escolas estaduais poderá receber o benefício do cartão mediante convênio entre o Estado e Santos.

Pais ou responsáveis legais pelo aluno interessados em obter o cartão devem se dirigir à Rua Frei Gaspar, 25, Centro, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 14h, portando os originais com cópias de declaração de matrícula emitida pela escola em que o aluno esteja matriculado ou pela entidade subvencionada com o número do Registro de Aluno; certidão de nascimento ou cédula de identidade (RG) do aluno, cédula de identidade (RG) dos pais ou responsáveis legais e requerimento de transporte deferido pela direção, no caso de alunos de escolas estaduais.

Ainda é necessário comprovante de residência em Santos, em nome dos pais ou responsáveis legais, que pode ser uma conta de água, gás, energia elétrica, telefone, internet ou TV por assinatura com data de expedição de, no máximo sessenta dias; uma correspondência de instituição bancária com data de expedição de, no máximo, 60 dias ou contrato de aluguel em vigor, em nome dos responsáveis, com firma reconhecida em cartório do proprietário do imóvel.

O aluno atendido pelo transporte escolar oferecido pela Educação ou beneficiado pelo passe livre, fornecido pela EMTU, não terá direito ao recebimento ao cartão de transporte escolar gratuito.

A relação dos contemplados e dos indeferidos para a concessão do benefício será publicada no Diário Oficial. Após publicação, o munícipe terá até cinco dias úteis para se manifestar por escrito sobre a decisão ou solicitar desarquivamento do processo. O benefício será cancelado caso seu uso deixe de reunir as condições determinadas na portaria nº 3, publicada em 4 de janeiro.

Nota Nossa:

Em Santos, tem direito qualquer estudante acima de 2Km de distãncia ou acima de 500 metros, em área de difícil acesso (morros).

Na capital, se o aluno não morar a mais de 2Km não tem direito ao TEG – Vai e Volta, pode subir morro segurando em corda ou fazer rapel na descida, atravessar rodovias fazendo zigue-zague entre os carros ou disputar o meio palmo de guia sem calçadas com o ônibus articulado que passa zunindo no ouvido…

Até ontem, na capital era assim… E agora? Chama o “hômi gari” para resolver?

Por Antonio Félix

Com informações da Secretaria de Educação de Santos