Que melhorias para o transporte escolar pensa Marcos Landucci, novo diretor do DTP

reuniao-DTP
clique para ampliar

Em reunião na última quinta-feira (19) com as associações de transporte escolar ARTESUL e UGTESP, e a empresa WM Dias Transportes, Landucci explicou sua visão sobre a situação e melhorias para o transporte escolar na cidade de São Paulo.

Conversando sobre o fechamento do CRM, Landucci recebeu e procolou os ofícios da ARTESUL e UGTESP que solicitam estudo detalhado do assunto e reabertura sob critérios específicos.

Landucci afirmou não entender o porquê do fechamento e reabertura feitos de forma brusca, sem estudos específicos para uma ou outra atitude. Para ele, o ideal é a análise e estudo de uma forma que o fechamento por tempo indeterminado não prejudique a ninguém, e que a reabertura seja feita somente após estudos e readequação do sistema.

Para visualização do que foi solicitado pelas associações com relação ao fechamento e reabertura do CRM, verifique o documento original que foi protocolado, disponível na imagem abaixo.

clique para ampliar
clique para ampliar

O novo diretor também mencionou já ter realizado reuniões específicas com o diretor da CET, ocasião em que discutiu a necessidade de estudo e aprovação imediata de paradas exclusivas aos veículos escolares nas portas das escolas, além do estudo para liberação do tráfego destes veículos nos corredores ou em faixas exclusivas de ônibus coletivos urbanos.

Para ele, mesmo que não seja possível a adoção de ambas as medidas em todos os locais da cidade, deve haver a demarcação dos estacionamentos nas escolas mais críticas, e que não sendo possível a liberação de corredores e faixas exclusivas em toda a cidade, que esta seja feita ao menos em algumas vias de maior impacto no trânsito.

Um dos pontos mais questionados por condutores escolares regularizados também foi assunto de interesse de Landucci, que afirmou fazer o máximo de empenho para combater o transporte escolar realizado por veículos clandestinos.

Percebe-se que o novo diretor está muito antenado com as mazelas que afligem o transportador escolar, sob demanda e solução por parte do órgão que ora assume.

Além disso, também mencionou estar em conversação com o Governo do Estado e a PMSP para implementação de um Poupa Tempo do Transporte, que seria erguido onde hoje funciona o DTP. A intenção é que tudo seja feito em um único local, com agendamento de data e horário via internet ou telefone.

Para propiciar tais mudanças no departamento, está em análise uma reforma do prédio do DTP e contatos já foram realizados com o Secretário de Infraestrutura e Tecnologia, Daniel Annemberg, com relação à informatização do sistema.

Landucci mostrou-se bastante solícito e muito amigável durante a reunião com os representantes dos condutores escolares, demonstrando profundo conhecimento dos temas e entusiasmo para fazer a diferença e encarar os desafios que o departamento possui.

As associações de transporte escolar ARTESUL e UGTESP, e empresa WM Dias Transportes sairam bastante satisfeitas com a reunião, desejando sucesso e continuidade na parceria entre o novo diretor e o transporte escolar da cidade.

Dizem muitos que “de boas intenções, o inferno está cheio”; entretanto as más intenções já são ruins desde o seu nascedouro. Agora é dar tempo ao tempo e acompanhar de perto, se possível participando, questionando ou contribuindo.

Por Antonio Félix
Com informações de Magaly Sarteschi