Tempo de semáforos vai ficar 20% maior para os motoristas da capital paulista

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vai aumentar em 20% o tempo de travessia dos semáforos para pedestres da capital paulista. A medida ainda não tem data para começar, mas os primeiros semáforos que devem mudar ficam na Avenida Mateo Bei, Zona Leste, histórica via de mortes por atropelamento.

A medida foi anunciada ontem pelo secretário de Transportes, Sérgio Avelleda, como parte do Maio Amarelo, mês de segurança no trânsito.

Atualmente, os semáforos estão sincronizados para que o pedestre percorra um metro de via a cada 12 segundos. Com a mudança, o prazo deve crescer para perto de 15 segundos.

Esse tempo é pensado especialmente para os idosos, maiores vítimas de mortes por atropelamento. Dos 42 pedestres mortos no trânsito no mês passado na cidade, 25 tinham mais de 50 anos. Conforme o Estado publicou na sexta-feira, o número de mortos por atropelamento aumentou 30% nos três primeiros meses deste ano.

Além dos idosos, outros grupos são potencialmente prejudicados pelo cálculo de tempo dos semáforos, como pessoas com deficiência física ou dificuldade de locomoção, crianças e pessoas que carregam peso.

Por causa do mês especial voltado aos acidentes de trânsito, a CET também prevê ações especiais de fiscalização em pontos onde há alta histórica de desrespeito à faixa de pedestres e ações educativas em locais de grande travessia. Hoje, uma dessas ações será na Avenida Paulista.

Com informações do jornal O Estado de S. Paulo