A pedido de associação de transporte escolar, órgãos vão intensificar fiscalização em vans clandestinas de Americana-SP

A GAMA (Guarda Municipal de Americana) e a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) vão fechar o cerco contra o transporte irregular na cidade.

As fiscalizações serão intensificadas após pedido feito pela Associação dos condutores Escolares de Americana, em reunião realizada na última quinta-feira, dia 03 de maio, quando estiveram presentes os representantes da Unidade de Transportes e Sistema Viário.

O comandante da GAMA, Marcos Guilherme, explicou que as fiscalizações sempre foram realizadas ao longo do ano letivo, com abordagens em frente a escolas e também por meio de denúncias.

A novidade agora é que serão feitas fiscalizações com apoio da EMTU, com foco em veículos que vêm de outras cidades e que trazem estudantes.

De acordo com a presidente da Associação dos Condutores Escolares de Americana, Heide Aparecida Hudson, há uma grande quantidade de pessoas realizando transporte escolar irregular atualmente no município, situação que se agravou nos últimos anos com os altos índices de desemprego.

A presidente não soube precisar números, mas citou motoristas que trabalham por meio do aplicativo Uber e fazem esse tipo de transporte, além de empresas locadoras de turismo, que acabam trabalhando com estudantes.

“Essa é uma luta de mais de seis anos. Vemos muitas irregularidades na rua. Pagamos taxa, temos carro legalizado, e vêm pessoas achando que é só ter uma van e já pode trabalhar. A gente visa muito a segurança das crianças, é importante os pais estarem cientes disso na contratação da van, e não apenas pensar no preço do serviço”, afirmou.

Sem a devida fiscalização, alguns requisitos que garantem a segurança das crianças são deixados de lado nos veículos irregulares. Heider citou a falta de limitadores de vidros, que impedem a abertura completa das janelas e evita que as crianças se debrucem para fora, curso específico para transporte escolar, instalação de faixas identificando o veículo, pagamento de seguros e veículos em bom estado e vistoriado.

Com informações do portal O Liberal