Secretaria de trânsito fiscaliza transporte escolar clandestino

Ignorando todos os riscos que o transporte escolar clandestino pode oferecer aos próprios filhos, familiares de estudantes ainda contratam este tipo de serviço.

Para combater a prática a Secretaria de Transporte e Trânsito de Olinda (STT) iniciou, ontem (10), fiscalização intensiva com foco no transporte irregular. A programação faz parte da campanha MAIO AMARELO.

A ação é uma solicitação das próprias escolas e dos condutores regularizados. “Infelizmente ainda encontramos este tipo de situação, que deveria ser eliminada pela simples rejeição dos pais, que colocam a vida dos filhos em risco quando entregam as crianças a motoristas não habilitados ao transporte escolar”, explica o diretor da STT, Flávio Ramos.

Além do combate aos clandestinos, os agentes de trânsito também realizam abordagens educativas, orientando os pais sobre a maneira mais segura se transportar suas crianças, a obrigatoriedade dos itens de segurança – como cinto de segurança e cadeirinhas, evitar excesso de passageiros e respeito à sinalização.

“Às vezes o trânsito fica enrolado na frente das escolas porque os motoristas fazem fila dupla e outras “barbeiragens”. Ou seja, culpa dos pais, que terminam dando um péssimo exemplo às crianças. A ação da prefeitura é preventiva e muito opoortuna”, afirmou Severina Paixão, que tem seu filho estudando no Colégio Patráicia Costa,em Rio Doce.

Com informações do Observatório de Olinda