Donos de vans escolares protestam e veículos não terão mais prazo de vida útil

vida-util_goioere.jpgDonos de vans de transporte escolar particular de Goioerê, município do estado de Goiás, se reuniram com os vereadores esta semana e pediram que no projeto que regulamenta o setor não seja fixado um prazo de vida útil para os veículos, mas apenas que seja exigida a vistoria periódica.

A reunião aconteceu depois que os vereadores aprovaram na última segunda-feira, 2 de julho, uma emenda ao projeto de lei que veio do Executivo, estabelecendo a vida útil dos veículos de transporte escolar em 12 anos para a zona rural e de 15 anos para a zona urbana. O projeto original previa 19 anos com um de carência.

Com o pedido dos donos de vans escolares, no projeto não será fixado o prazo de vida útil dos veículos e emenda nesse sentido já foi protocolada na Secretaria da Câmara.

Essa articulação, contudo, pode ficar inócua, uma vez que há um projeto de lei tramitando no Congresso Nacional, que fixa a vida útil dos veículos de transporte escolar em 12 anos, embora ainda sem qualquer prazo de sanção a nível federal.

O projeto poderá sofrer outras emendas ainda, já que ele será analisado pelos vereadores somente na última sessão deste primeiro semestre, dia 16 de julho.

Com informações de GoioNews