Queda de aluna em ônibus escolar que teve janela arrancada foi causada por mau comportamento, diz Secretário

usecinto

“O que levou este incidente a acontecer não foi falta de manutenção do veículo. Foi mau comportamento dos alunos dentro do veículo”. A afirmação foi feita em entrevista à Rádio Pioneira pelo Secretário Municipal de Educação, Professor Adriano Fernandes.

A recomendação aos alunos tem sido sempre no sentido de que viajem sentados, usando o cinto de segurança, e de que não levantem enquanto o veículo estiver em movimento.

A recomendação no entanto não tem sido seguida, segundo o Secretário; e nesta semana acabou resultando em um acidente. “Infelizmente tivemos este ocorrido. Uma adolescente de 14 anos, estudante de uma escola pública que utiliza o transporte escolar veio a cair da janela de um ônibus”, explicou.

O Secretário relatou que foi informado do fato logo que ocorreu. “O SAMU já havia sido acionado e já estava prestando socorro. Felizmente ela não sofreu maiores ferimentos. Teve algumas escoriações e foi levada ao hospital onde foi atendida e logo foi para sua residência com a família”.

No momento do acidente o ônibus foi substituído por outro veículo para finalizar o transporte dos alunos.

Adriano Fernandes destacou ainda que segundo relato dos alunos e da própria aluna acidentada, o fato foi resultado de um tumulto dos estudantes dentro do ônibus.

“A estudante contou que estava em pé próxima à janela e foi empurrada por outros alunos e junto com a janela veio a cair. Estamos com os mecânicos apurando se houve algum tipo de dano maior à estrutura do ônibus para que aquela janela pudesse ter caído, porque não é um acontecimento normal”, disse.

Ele ressaltou ainda que os veículos passam por manutenção periódica e que o referido ônibus foi vistoriado recentemente. “É um ônibus de uma frota seminova, com poucos anos de uso e percebemos que no tumulto os alunos forçaram a janela e essa estudante foi empurrada e acabou caindo e sofrendo escoriações pelo corpo.

Todos os ônibus são equipados com cinto de segurança e tinha assentos para todos os alunos. A maioria dos alunos, segundo o relato do motorista estavam em pé e ele conta que já havia advertido por duas vezes para que sentassem.

Ele contou que os alunos estavam promovendo este tumulto naquele local do ônibus onde há um espaço maior entre um banco e outro. E logo que passou o quebra-molas o ônibus felizmente estava em baixa velocidade o que contribuiu para que não houvesse um prejuízo maior com a aluna que veio a cair”.

Segundo o secretário, providências estão sendo tomadas para intensificar, em conjunto com a Assessoria Pedagógica do Estado, para reforçar o trabalho de orientação aos alunos que usam o transporte escolar.

A aluna que caiu estuda na Escola Estadual 29 de Novembro. “Os motoristas pedem que não se levantem, que usem o cinto de segurança, mas nem sempre são atendidos”, afirmou.

Adriano disse ainda que o relato do motorista está registrado em ata e que se necessário outras providências serão tomadas em relação ao caso.

“Já mandamos consertar o ônibus porque precisamos deste veículo. Ouvimos o motorista e registramos em ata o relato para tomar outras providências, se necessário for, e também vamos reforçar este alerta junto aos alunos, porque a segurança depende muito do comportamento deles e não apenas do veículo e do motorista”, finalizou.

Uma das hipóteses levantadas é de que algum aluno destravou a trava de emergência da janela, com o empurra-empurra na algazarra feita pelos alunos no fundo do ônibus, ao apoiar-se na janela esta se desprendeu e a aluna caiu.

Com informações de Rádio Pioneira