Após realizar campanha de arrecadação, condutores escolares de SP fazem entrega de doação de alimentos ao CTEC

clique para ampliar

Na manhã do último sábado, dia 5, os condutores escolares de São Paulo fizeram a entrega de aproximadamente 500Kg de alimentos ao CTEC – Centro Terapêutico Educacional Cristão, na cidade de Várzea Paulista.

A arrecadação de alimentos foi organizada por associações de transporte escolar da capital (UGTESP, UGTE e ARTESUL) e da cidade de Várzea Paulista (ASTME), sendo a entrega realizada por seus respectivos presidentes ou diretores, acompanhados de aproximadamente 30 transportadores escolares e alguns familiares, que foram pessoalmente acompanhar a doação.

Houve muita comoção e lágrimas durante a entrega, seja ao escutar os relatos de vida do patrono do CTEC, pastor Sidney Sales, seja pelo depoimento dos vários pacientes daquela casa de recuperação, entre eles ex-bancários, funcionário público municipal e outros; pessoas que tinham uma vida normal e estruturada e que, por perda de emprego ou algum outro infortúnio da vida, perderam o vínculo familiar e entregaram-se ao mundo das drogas, e hoje encontram-se ali em recuperação.

Foram vários os agradecimentos do CTEC pelos alimentos recebidos dos transportadores escolares, mas a sensação dos transportadores é de que receberam muito mais em troca do que doaram, ao se sentirem fortificados espiritualmente pelo gesto de doação e ajuda ao próximo, especialmente pelo conhecimento da batalha e história de vida daquelas pessoas que em determinado momento tinham tudo e perderam, e os depoimentos de sua força e fé para curar-se e resgatar sua vida.

E, falando-se de fé, independentemente de ali estarem presentes transportadores escolares de várias religiões (evangélicos, católicos e espíritas), foi unânime nos depoimentos a sensação de aproximação com Deus e o fortalecimento espiritual ali vivido, além do desejo de que mais outras pessoas que fizeram a doação dos alimentos ali estivessem presentes, para que partilhassem do mesmo sentimento.

Os transportadores escolares despediram-se bastante comovidos, prometendo a realização de novas campanhas de arrecadação e ajuda à entidade CTEC, inclusive com a busca de que mais pessoas pudessem não só colaborar com a doação, mas especialmente pudessem participar do momento da entrega.

A unidade do CTEC em Várzea Paulista é especializada na recuperação de viciados em drogas, e é uma do total de 5 unidades de assistência social que a entidade possui, sendo dois abrigos para acolhimento de moradores em situação de rua na cidade de Jundiaí, e outros dois centros de recuperação de viciados, sendo um na cidade de Campo Limpo Paulista e outro em Francisco Morato.

clique para ampliar
clique para ampliar
clique para ampliar

Ex-sobrevivente do massacre do Carandiru, o pastor evangélico Sidney Francisco Sales hoje tem 50 anos, tendo criado o trabalho social dos centros há cerca de 25 anos. Sua história virou um livro, lançado em 2007 com o título “Paraíso Carandiru”, com memória de um homem que, como ele mesmo diz, “levado ao inferno, encontrou a porta do céu”.

Depois dos atos ilícitos como ex-assaltante, sobrevivente do massacre do Carandiru onde cumpriu pena por vários anos e de vários tiros que o deixaram paraplégico, situação que o levou a tornar-se viciado em drogas, Sales foi atendido em uma casa de recuperação na região do Rio Acima, em Jundiaí, onde não apenas se converteu à uma nova vida como virou exemplo para as pessoas que passaram e continuam passando pelo projeto social criado por ele para ajudar outras pessoas.

A venda do livro ajuda a manter as despesas das várias unidades do centro, além das doações que vez ou outra recebem, tal qual essa realizada agora.

Se existem gestos e momentos na vida em que “lava-se a alma”, esta foi a sensação vivida pelos transportadores escolares neste dia.

Por Antonio Félix