Centro de SP terá ruas fechadas para carros toda última sexta-feira do mês, liberadas só para transporte coletivo

A Prefeitura de São Paulo decidiu fechar as ruas do centro histórico da capital paulista toda última sexta-feira do mês. A medida foi anunciada após a avaliação positiva da gestão sobre uma ação do mesmo tipo, realizada no Dia Mundial Sem Carro, 22 de setembro.

“Essa medida [do Dia Mundial Sem Carro] será repetida uma vez por mês durante provavelmente três meses. Se tudo funcionar bem, é possível que tenhamos uma parte da cidade bloqueada a automóveis, valorizando o transporte coletivo e também o modal de bicicletas”, disse o prefeito João Doria segundo o G1.

De acordo com informações do Estadão, o secretário municipal de Mobilidade e Transportes, Sérgio Avelleda, declarou que a adesão à iniciativa foi muito grande e que não houve registro de congestionamento na área de tráfego restrito. “Os ônibus até circularam acima da velocidade média normal”, afirmou.

Com a mudança, os carros não poderão circular nas últimas sextas-feiras do mês, das 6h às 20h, em toda a extensão da rua Boa Vista, Ladeira Porto Geral, Largo de São Bento, rua Líbero Badaró, Viaduto do Chá e no trecho da rua Florêncio de Abreu, entre a Ladeira da Constituição e a rua Boa Vista.

Os ônibus, táxis e veículos autorizados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) terão permissão para andar na região mesmo no horário dos bloqueios. Ainda segundo Avelleda, os motoristas de transporte por aplicativo, como Cabify e Uber, também deverão ter acesso liberado após se adequarem às regras para a categoria, estabelecidas em julho pela Prefeitura.

Com informações do Estadão