Comissão de Trânsito discute a criação do aplicativo Táxi SP para competir com Uber e outros apps

A Comissão de Trânsito discutiu a criação do aplicativo ‘Táxi SP’, iniciativa da Prefeitura de São Paulo voltada aos taxistas da cidade, nesta quarta-feira (1/11), na Câmara Municipal de São Paulo.

O aplicativo é inspirado no projeto ‘Táxi.Rio’, desenvolvido pela prefeitura carioca. Segundo o secretário municipal de transportes, a ideia é promover uma concorrência mais igualitária com as plataformas já existentes. Por isso o aplicativo não vai cobrar nenhuma taxa, nem percentual sobre as corridas.

O secretário municipal de Transportes, Sérgio Avelleda, disse que a intenção é melhorar a vida do taxista. “Esse aplicativo faz isso. É uma negociação do prefeito João Doria (PSDB) com o prefeito Marcelo Crivella (PRB), e que vamos customizar para São Paulo, com a participação dos taxistas. Estamos seguros de que isso vai ser mais uma ferramenta que o taxista vai ter à sua disposição pra melhorar a renda, diminuir os custos, e oferecer cada vez mais um serviço de qualidade”.

Com a plataforma gratuita, o taxista vai poder oferecer viagens com descontos de até 40%. O projeto piloto deve ser lançado no início do ano que vem. Mas até lá deve receber contribuições da categoria.

Eder Luz, representante da cooperativa Use Táxi, está confiante no resultado. “A Prefeitura está fazendo uma proposta de construir o aplicativo com várias mãos. Vai haver a participação dos taxistas e do poder público. Dessa forma, eu acredito que não tem como dar errado”.

A Prefeitura tem mais de 37 mil alvarás ativos e quase 79 mil condutores credenciados, que realizam 158 mil viagens diárias. Os taxistas acreditam que a segurança para o usuário é outro atrativo da plataforma.

De acordo com Giovanni Romano, do Sinditaxi, o usuário pode ser beneficiado com a nova plataforma. “A gente tem a expectativa de que a Prefeitura, usando a força que tem, consiga mostrar ao usuário de transporte individual de São Paulo não só a vantagem de usar o aplicativo, mas o benefício que o táxi oferece ao passageiro em termos de segurança e como solução de mobilidade”.

Para os vereadores da Comissão, a modernização do serviço, com o apoio do poder público, é uma bola alternativa para garantir mais qualidade.

O vice-presidente da Comissão de Trânsito, Adilson Amadeu (PTB), diz que a situação ficará mais favorável para os taxistas. “Hoje a categoria é explorada por 99taxi, Cabify, Uber (…) Agora esse aplicativo, Táxi SP, vem pra somar, trazendo mais qualidade de trabalho aos profissionais taxistas. Ele também vai trazer mídia. Porque hoje o táxi tem uma mídia natural, que aparece nas novelas, por exemplo. Mas com esse aplicativo, a própria Prefeitura vai fazer a mídia com os representantes e fornecedores com quem trabalha”.

O vereador Senival Moura, presidente da Comissão de Trânsito, acredita que a experiência será positiva.”Esse aplicativo, que está sendo adotado no Rio de Janeiro, pode trazer um bom resultado pra São Paulo. Acredito que agora a Prefeitura precisa se reunir com os taxistas, para que eles entendam o projeto e vejam se estão de acordo”.

Com informações da Cãmara de SP