Heróis Anônimos! Menina de 9 anos caminha sozinha por 4km para pedir ajuda após acidente com van escolar em MG

Kombi escolar caiu em ribanceira de 15m após ser fechada por outro veículo na estrada. Criança saiu das ferragens, subiu o barranco e caminhou sozinha por 4 Km até conseguir ajuda.

Na sexta-feira (23) um acidente envolvendo uma van escolar deixou 13 feridos, sendo 12 deles crianças com idades entre 5 e 15 anos, em São João Batista do Glória, no sul de Minas Gerais.

Após o capotamento do veículo, que caiu de um barranco de 15 a 20 metros de altura, uma menina de 9 anos conseguiu sair do carro e ainda caminhou 4 km para pedir ajuda. Ela está recebendo tratamento na UTI da Santa Casa da cidade de Passos (MG).

O motorista diz ter perdido o controle do veículo em uma curva, ao tentar desviar de um carro, na área rural da cidade. Segundo o Corpo de Bombeiros, a van acabou capotando e ficou presa em uma área de vegetação de difícil acesso, mesmo assim, Stephany, uma garota de apenas 9 anos, conseguiu sair do veículo, subir os 20 metros do barranco e caminhar até a pousada mais próxima, que fica a 4 km de distância. Lá, ela encontrou um médico e um bombeiro, que foram os primeiros a colaborar no resgate.

O Corpo de Bombeiros de Passos (MG) foi acionado e retirou as vítimas com equipamentos de resgate de altura. Todos os feridos foram levados para o hospital de São João Batista do Glória e, após receberem os primeiros atendimentos, foram transferidos para a Santa Casa de Passos. Até o momento, não há mais informações sobre o estado de saúde dos feridos, mas não houve mortes.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o acidente aconteceu por volta das 07h30 quando o motorista que seguia do vilarejo de Campeiros com destino a São João Batista do Glória foi fechado por outro veículo, vindo a cair em uma ribanceira. Segundo a corporação, a kombi caiu de uma altura de aproximadamente 15 metros.

Até o momento, três vítimas foram atendidas em estado de urgência, sendo uma encaminhada para Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e outras duas para o Bloco Cirúrgico. Devido ao atendimento as vítimas, foi acionado o plano de contingência institucional na Santa Casa de Passos. Uma mãe, de 38 anos, que acompanhava o filho autista também estava na van e ficou entre os feridos. Sem ter identidade revelada, o motorista passa bem.

Com informações dos portais Veja.com e O Tempo