Em Jundiaí, campanha irá valorizar motoristas profissionais, transportadores escolares serão tema do primeiro encontro

Com a intenção de valorizar os motoristas profissionais que atuam com transporte coletivo e prestadores de serviço de transporte escolar, a Prefeitura de Jundiaí, através da Unidade de Mobilidade e Transporte, dará início no dia 16 de abril, às 9 horas, no auditório do Paço Municipal, à Campanha Bom Motorista.

No primeiro encontro, o evento será destinado aos motoristas de transporte escolar e a inscrição poderá ser feita através do link: https://goo.gl/forms/kSe72AfDwhsJDiz23.

De acordo com o gestor Silvestre Eduardo Rocha Ribeiro, diversas palestras, treinamentos e capacitações gratuitas serão promovidas. “Contamos com a participação de todos, pois será uma grande oportunidade de conhecer, ouvir e aprender um pouco mais sobre a atividade desenvolvida”.

Já a diretora de Transportes, Ana Paula Silva de Almeida, afirma que a campanha foi elaborada com temas baseados em reclamações de usuários, “A partir desta capacitação ocorrerá um evento no final do ano, que irá classificar os motoristas com a pontuação ouro, prata ou bronze, se forem ativos e bem avaliados”, resume.

Ana Paula também ressalta que foram firmadas algumas parcerias para a realização da campanha, “Neste primeiro encontro, a Guarda Municipal conduzirá o evento. Já em outra oportunidade, o Procon destacará a relação entre prestador de serviço e consumidor. Além disso, haverá uma outra ação, através do ônibus personalizado “Bom Motorista”, que será utilizado como espaço de treinamento e circulará pelos terminais da cidade”, descreve.

A assessora da diretoria de Transportes, Kathia Anzelotti, lembra, ainda, que a campanha contará com a Blitz Voluntária, que irá avaliar as condições do veículo, incentivando o uso do cinto de segurança, se o motorista não esteve envolvido em acidentes e se recebeu multas”, afirma.

A prestadora de serviço de transporte escolar, Deise Pedrosa, que atua na área há 20 anos, aprova a iniciativa da prefeitura. “Eu acho muito importante, pois trata-se de uma ação construtiva, que servirá como um diferencial entre os profissionais”, comenta.

Já Magali Costa, que trabalha no mesmo segmento há 21 anos, pretende participar da campanha. “Eu tenho a intenção de participar, pois conhecimento nunca é demais”, encerra.

Com informações do Jornal de Jundiaí