Comissão do Transporte Escolar é criada com representantes de condutores, pais, escolas e supervisão da OAB

A eleição da Comissão do Transporte Escolar, a fim de preencher vagas remanescentes, foi realizada neste sábado, dia 16, na cidade de Volta Redonda, no estado do Rio de Janeiro.

De acordo com o decreto, podem participar os motoristas permissionários ou autorizados do transporte escolar de Volta Redonda, desde que estejam exercendo a atividade.

O objetivo da comissão é discutir questões relacionadas ao serviço de transporte escolar no município. A eleição foi coordenada pela Secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana, sob a supervisão da OAB do município.

O secretário municipal da pasta, Wellington Silva, falou da importância do preenchimento das vagas. “Dando continuidade à inclusão no sistema de transporte, fizemos a eleição para as vagas remanescentes. Esse preenchimento foi importante para que a comissão possa atuar e, principalmente, de forma profissional e transparente”, disse o secretário.

No total, existem 27 pessoas na Comissão de Transporte Escolar, entre representantes e suplentes, divididos entre 4 setores da cidade. Cada setor compreende um determinado número de bairros do município.

Fazem parte da Comissão, representantes dos motoristas autorizados e dos motoristas permissionários. Além deles, também compõe a Comissão: representantes de pais; um representante da Câmara Municipal; um representante do Poder Público; dois diretores de escolas particulares; e dois diretores de escolas públicas.

Jailton Luís Moraes e Silva, o Tio Jailton, é representante do setor 4, onde já existem 46 veículos cadastrados. “Esta comissão já existia e no ano passado ela foi oficializada. Ela foi montada para tratar junto às autoridades municipais como melhorar a prestação dos serviços. E esse diálogo que o atual governo está promovendo com o segmento do transporte escolar é muito importante”, disse Jailton.

“Um dos papéis da OAB de Volta Redonda é garantir o diálogo entre a população e o poder público. Ficamos felizes em poder participar deste processo, pois demonstra o compromisso do prefeito Samuca Silva com a transparência”, disse o advogado e coordenador geral da OAB, Bruno Silva Oliveira.

Samuca Silva, prefeito de Volta Redonda, também comentou sobre a Comissão. “Espero que a Comissão possa atuar de forma transparente e, sempre com o apoio da STMU. Todas as ações em conjunto em prol do bem estar e qualidade de vida da população são bem-vindas. É importante que o transporte escolar seja feito de forma correta e que, principalmente, esteja dentro da lei”, declarou.

A STMU informou que está prevista para o mês de julho a eleição dos representantes dos pais e também dos diretores de escolas.

Com informações do Diário do Vale