CET fará crianças do transporte escolar ‘fiscalizarem’ o trânsito em Santos

Formar o motorista do amanhã e ter nas crianças agentes mirins para boas práticas ao volante. Esses são os objetivos de uma ação lançada nesta quarta-feira (24) pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de Santos. Batizada de Motorista nota 10 – Fiscal Kids, a campanha aposta na fiscalização infantil para corrigir eventual desrespeito a regras e promover a paz no trânsito.

A proposta foi formatada para os estudantes do 2º ao 6º ano das redes pública e particular de Santos e será usada nas atividades educacionais da CET. A ideia é que, quando crianças embarcarem num veículo de passeio ou ônibus escolar, comecem a analisar o comportamento do condutor e sejam “professores” dos adultos quanto à maneira correta de se portar no trânsito.

A gerente de Comunicação e Educação para o Trânsito da CET, Regiane Andrade, afirma que a medida busca incentivar a mudança no comportamento a partir do olhar dos mais jovens. “Trata-se de uma multa do bem, já que são pontuadas as atitudes corretas no trânsito”, pondera.

Cada estudante atendido nas ações educativas do órgão receberá um talão. Nele, o fiscal mirim poderá avaliar dez comportamentos comuns no trânsito, como desrespeito ao semáforo, estacionamento em fila dupla ou atender o celular enquanto se dirige.

Ao final, o estudante calcula os pontos obtidos, assina a infração e indica aos motoristas quais atitudes devem mudar. Assim, a CET espera promover educação no trânsito a partir das novas gerações. “Os pais são espelho para os filhos, mas alguns esquecem esses bons exemplos no comportamento no trânsito, que pode ser perigoso. É importante reforçar atitudes positivas ao volante”, comenta Regiane.

Dados da CET indicam que todos os acidentes graves nas vias santistas tiveram o fator humano como principal causa. “Seja por imprudência, imperícia ou negligência, as pessoas não estão dando a devida atenção ao trânsito”.

Participante da aula de como se deslocar por bicicletas nas vias públicas, o estudante Pedro Araújo Lino, 11 anos, foi um dos primeiros a aderir à iniciativa, na manhã de ontem. Ele promete ser um dos mais novos fiscais de condutas no trânsito. “Acho importante que meus pais dirijam da forma correta, sem colocar ninguém em perigo”.

Com informações do portal A Tribuna