Decisão sobre retorno das aulas presenciais em SP deve ocorrer dia 24 de junho

O setor da educação vive a expectativa de que o Governo do Estado de São Paulo apresente na próxima quarta-feira, dia 24 de junho, um calendário para o retorno das aulas presenciais no Estado.

Esse plano deverá servir de norte para o “novo normal” que passará a vigorar também nas redes municipais de ensino.

Na baixada santista, enquanto aguardam a posição estadual e possíveis diretrizes de projetos que tramitam no Congresso, algumas cidades formam comissões para estudar a situação e possíveis protocolos.

A volta às aulas presenciais deverá ser escalonada e dependerá de horários de atividades remotas, exigindo muito esforço para superar desafios como abandono escolar, recuperação de conteúdo e garantia da saúde mental de alunos e professores.

O Estado de São Paulo ver articulando um plano para a educação há semanas, mas anúncios mais efetivos no setor foram adiados durante a recuperação do secretário da pasta, Rossieli Soares, que foi diagnosticado com covid-19. No entanto, o governador João Dória adiantou que na quarta-feira o secretário divulgará um calendário escolar presencial a ser adotado.

Se as datas ainda são uma incógnita, certeza mesmo é que as crianças terão um tempo presencial na escola mas contarão com oportunidade de ampliar os estudos em suas casas com o apoio da plataforma de ensino à distância que vem atendendo os estudantes durante a pandemia.

Com informações do portal A Tribuna