Ministro da Educação defende volta às aulas presenciais no Brasil e diz que “educação não pode parar”

O Ministro da Educação, Milton Ribeiro, usou o twitter nesta segunda-feira (11) para afirmar que o Ministério da Educação (MEC) e o governo federal não medirão esforços para garantir a segurança de alunos e professores na volta às aulas presenciais.

O ministro comentou e respostou a carta aberta do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) destinados aos prefeitos e prefeitas eleitos de todos os municípios brasileiros.

“Não pouparemos esforços para garantir a segurança de estudantes e professores na volta às aulas. A educação não pode parar e isso já é reconhecido por instituições internacionais como a Unicef. O ensino é um dever de todos e um compromisso do governo federal”, declarou o professor por meio da rede social.

A reabertura das escolas será adaptada de acordo com as diferentes realidades locais, levando-se em consideração a taxa de contágio, números e casos e óbitos. Além de questões sociais, econômicas e culturais de detarminadas regiões do País.

Com informações do Jornal da Cidade Online