Governo zera imposto de importação de pneus a partir de hoje, 21, e produto deve baixar de preço

A alíquota que era de 16% será reduzida a 0 para ajudar a diminuir os custos operacionais do setor no Brasil, e com isso os preços de pneus baixarão nos próximos dias.

O Ministério da Economia, por meio da Câmara de Comércio Exterior (Camex), anunciou que o Imposto de Importação de pneus para veículos de carga será zerado a partir desta quinta (21).

Segundo a pasta, a medida foi tomada a pedido do Ministério da Infraestrutura, e tem o objetivo é “contribuir para a redução dos custos operacionais do transporte rodoviário de cargas no Brasil”.

Na semana passada, o próprio presidente Jair Bolsonaro prometeu a redução no imposto.

“O Gecex [Comitê Executivo de Gestão da Camex] levou em consideração informações recebidas das empresas do setor indicando que a demanda adicional à oferta, o aumento dos preços das commodities no mercado internacional e a variação cambial no país têm pressionado fortemente os preços dos pneus no mercado nacional”, diz o anúncio.

A decisão vem diante da possibilidade de uma nova greve dos caminhoneiros, que vem sendo mobilizada por entidades que representam a categoria. A previsão é de que a paralisação aconteça no dia 1º de fevereiro, mas não há unanimidade, entre os caminhoneiros, sobre a realização da greve.

A redução do Imposto de Importação de pneus não está na lista de reivindicações do Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC), uma das entidades que representa a categoria, mas é uma insatisfação dos trabalhadores.

Também nesta semana, em outra sinalização aos caminhoneiros, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou uma nova tabela com preços mínimos do frete rodoviário. O aumento médio, segundo a ANTT, varia entre 2,34% e 2,51%, dependendo do tipo de carga e de operação.

O pneu é o segundo item mais caro no custo de manutenção do caminhão e vem sofrendo alta nos preços em função da disparada no frete internacional marítimo. O custo para o transporte de um contêiner carregado de pneus da Ásia para o Brasil, que custava em média US$ 2,5 mil, subiu vertiginosamente a partir do segundo semestre de 2020 e atualmente está em US$ 8 mil. Os importadores ainda estão sendo obrigados a pagar uma taxa de US$ 1,5 mil para reservar espaço nos navios.

A Associação Brasileira dos Importadores e Distribuidores de Pneus (Abidip) enalteceu a decisão de zerar o imposto de importação de pneus de caminhão, mas considera que a medida irá apenas compensar a disparada do frete internacional. Para que haja efetiva redução do preço do pneu na ponta seriam necessárias outras medidas, segundo o presidente da Abidip, Ricardo Alípio da Costa.

Nota nossa:
Infelizmente essa alteração não afetará o transporte escolar e turismo pois estão incluídos na redução apenas os pneus com tara específica de caminhões, a partir do aro 17,5; conforme se vê na cópia da resolução reproduzida abaixo:

.

.

Com informações do portal do governo federal