Motoristas do transporte escolar protestam por pagamento de benefício em Salvador, menos de 20% deles receberam o auxílio

Motoristas de transporte escolar fizeram uma manifestação na manhã desta segunda-feira (1º) em frente à sede da Secretaria de Promoção Social e Combate À Pobreza (Sempre), no Comércio. Segundo a Transalvador, o protesto aconteceu na Avenida da França, com as vans escolares ocupando uma pista, mas o trânsito não foi interrompido.

A categoria reclamava que muitos motoristas não receberam o pagamento do benefício Salvador Por Todos. O auxílio foi criado pela prefeitura de Salvador para diminuir os impactos da pandemia, e os motoristas de transporte escolar foram incluídos entre os beneficiários em dezembro do ano passado. O valor é de R$ 270.

A Sempre diz que em dezembro pagou R$ 2,7 mil a todos os 100 trabalhadores de transporte escolar que tinham os cadastros regularizados – valor retroativo a 10 meses. Outros 413 cadastros foram devolvidos para regularização na Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob). Essas pendências no cadastro causaram o atraso no pagamento para a maioria dos motoristas, diz. Assim que a Semob revisar os dados dos trabalhadores não regularizados, o pagamento será feito.

Os motoristas escolares estão sem trabalhar desde março de 2020, quando as aulas foram suspensas tanto na rede privada quanto na rede pública. Ainda não há data prevista para a retomada presencial da educação.

Com informações Correio 24 horas