Sancionada lei que aumenta em 3 anos a vida útil das vans escolares em Santa Maria-RS

Os transportadores escolares do município de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, ganharam mais três anos de autorização para circular com os veículos. A Lei do Transporte Escolar aumenta a vida útil da frota das vans de 15 para 18 anos, a contar da data da fabricação.

A assinatura foi feita pelo prefeito Jorge Pozzobom. Não será permitida a inclusão de veículos na frota de transporte escolar com idade superior a 10 anos.

Outra mudança anunciada é a unificação das vistorias municipais e estaduais, evitando que os transportadores tenham um gasto duplicado, sendo válida a vistoria estadual.

“Era mais simples assinar esta lei no gabinete, mas precisamos ter mais empatia e nos colocarmos no lugar da classe dos transportadores escolares, que foi uma das mais atingidas pela pandemia”, afirmou o chefe do executivo.

“Aumentar a vida útil da frota de veículos escolares e a unificação das vistorias é uma mudança que demonstra nosso respeito e consideração com todos os profissionais do transporte escolar, pela importância da atividade que desempenham, transportando os nossos estudantes”, reforçou o secretário adjunto de Mobilidade Urbana, Rui Fabrin.

Para o representante dos Transportadores de Veículos Escolares, Altemar Razeira, é um momento de muita comemoração. “Agradeço a todos que participaram e apoiaram esta luta pelo aumento da vida útil de cada veículo. Há mais de cinco anos reivindicamos para que a lei fosse alterada. Alguns não acreditavam que sairia do papel. Mas, agora, temos o resultado. Com a aprovação por unanimidade, faz aumentar em mais três a circulação dos veículos e atende um pedido de todos os transportadores, pois são quase 500 prefixos de veículos que circulam diariamente pelo município”, acrescentou Razeira.

Com informações do Correio do Povo